Dançar

19 de abril de 2009

Dançar é minha prece mais pura
Momento em que meu corpo vislumbra o divino,
Em que meus pés tocam o real
Religiosidade despida de exageros,
Desejo lascivo, bordado de plenitude

Através de meus movimentos posso chegar ao inatingível
Posso sentir por todos os corpos,
abraçar com todo o coração,
E amar com os olhos

Cada gesto significativo desenha no espaço o infinito,
Pairando no ar, compreensão e admiração

Iniciar uma prece é como abrir uma porta
Um convite a você, para entrar em meu universo

O mágico contorna minha silhueta, ao mesmo tempo
Que lhe toco sem tocar
Nada a observar, só a participar

Esta prece ausente de palavras
É codificada pela alma
E faz-nos interagir, de maneira sublime e hipnótica

Quando eu terminar esta dança,
Estarei certa de que não seremos os mesmos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s